8 Ações de Marketing para sua empresa em quarentena!

O mundo está passando por um momento extremamente delicado, incerto e que está gerando preocupação em diversas pessoas, principalmente, quando o assunto é finanças. Para os empresários não é diferente, muitos estão precisando lidar com a diminuição do faturamento, dispensa de funcionários, entre outros fatores que colocam em jogo a vida dos negócios. Paralelo a isso, percebe-se que muitas empresas precisaram se reinventar, descobrir novas formas de vender neste momento de crise. E a saída tem sido o meio digital, as vendas online. Mas e aí, você sabe como criar ações online que chamem a atenção do seu consumidor e te impulsionem a se destacar neste meio?

Pra te deixar super por dentro desse assunto, preparamos esse conteúdo que vai poder te ajudar no momento de pensar no que deve ser feito para que a sua empresa tenha sucesso neste momento de incertezas. Veja.

1 – Criação e Configuração das Mídias Sociais – Aumente suas ações

 O primeiro passo para estar presente no mundo digital é ter os meios adequados para isso. Facebook e Instagram são canais básicos indispensáveis para boas ações de marketing digital. De acordo com uma pesquisa realizada pelo portal de estatísticas statista, o Facebook conta com cerca de 2,271 bilhões de usuários e o Instagram com cerca de 1 bilhão, ou seja, é muita gente pra você atingir. E com um bom planejamento, suas ações podem ser incrivelmente satisfatórias. Por isso, é muito importante que a sua empresa tenha uma página comercial em cada plataforma para que o seu público seja construído e comece a ser impactado.

Além disso, essas plataformas oferecem ferramentas de campanhas bem bacanas, que possibilitam o direcionamento adequado de público e outros fatores que implicam nos resultados do seu anúncio, mas lembre-se, antes de investir, defina seus objetivos para que estes não se percam no meio do caminho!

2 – Gatilho de Reciprocidade – Ajude seus clientes e prospects a passar por este momento

 Algumas pessoas pensam que a relação de crédito é um termo existente apenas em finanças. Entretanto, isso não se faz verdade. Afinal, é possível você ter crédito com alguém sem envolver dinheiro em momento algum. E isso se comprova ao vermos que, quando alguém nos dá algo, nós sentimos uma sensação de dívida com aquela pessoa. Ou seja, em outras palavras aquela pessoa tem crédito conosco.

Suponhamos que você, ao vender um produto, entrega mais ao cliente do que o previsto em contrato. Seu cliente, ao perceber isso, reconhece o gesto de esforço e compromisso. Esse gesto ficará gravado, e em algum momento o gatilho mental da reciprocidade será ativado. Esse cliente, por sua vez, sentirá que precisa retribuir a sua atitude generosa, e o recompensará através de uma compensação financeira, indicação ou suporte à seu trabalho.

Neste momento de crise, não é diferente, se há algo que você pode fazer para ajudar o seu cliente, faça. Muitas vezes, uma simples atitude, um gesto que não te custará nada pode garantir a fidelização do seu cliente. Pois este momento passará, mas com certeza aquilo que você fez, ficará na mente dele. E então mostrará para ele que você falava sério quando disse: “Se precisar, pode contar conosco!”.

3 – Cadastro em Aplicativos Diversos – Serviços e Produtos

Além das redes sociais, a internet abriu diversas portas para que as empresas pudessem anunciar e vender os seus produtos. Muitos empreendedores começam com um e-commerce ou se associam com um marketplace, que vamos falar mais para frente.

Entretanto, alguns empresários desconhecem as oportunidades que os aplicativos de vendas podem gerar.

Segundo pesquisa da Opinion Box e Mobile Time, 48% dos brasileiros usuários de smartphones já usaram algum app para efetuar uma compra. Já o mais recente relatório do Webshoppers apontou que as compras feitas no mobile representaram 21,5% do volume de vendas do comércio eletrônico em 2016 — isso dá um crescimento de pouco mais de 40% em relação ao ano anterior.

E pensando nisso, separamos alguns aplicativos que você já deve ter visto ou até mesmo comprado por eles, veja:

1. Mercado Livre

Mercado Livre talvez seja uma das primeiras opções para lojistas que ainda não abriram o seu próprio e-commerce. Ainda assim, a plataforma continua interessante mesmo para quem se estruturou um pouco mais. O site e o aplicativo contam com recursos que trazem mais segurança e comodidade para os vendedores. Por exemplo: eles contam com sistemas próprios de meios de pagamento (Mercado Pago) e de entregas dos produtos (Mercado Envios). E há diversas categorias de vendas.

2. eBay

Agora, vamos ampliar a escala geográfica e partir para um dos aplicativos/sites de vendas mais usados no mundo: o eBay. Para participar, basta fazer um cadastro como vendedor. De uma forma geral, seus 20 primeiros anúncios mensais são gratuitos e todas as suas vendas são taxadas com 10% sobre o valor da transação.

Só um detalhe importante: os pagamentos são intermediados pelo PayPal, portanto, não se esqueça de fazer o seu cadastro nesse serviço.

3. OLX

O OLX, assim como o Mercado Livre e o eBay, entra na categoria dos sites e aplicativos de vendas que anunciam de tudo. Mas é bom reforçar uma coisa: as vendas não acontecem por meio da OLX. Ela apenas põe vendedores e compradores em contato no próprio chat da plataforma, por mensagem ou por telefone.

4 – Desenvolvimento de loja virtual integrada com Marketplaces

Uma outra estratégia que vem sendo muito utilizada não só neste momento de crise, mas de forma geral, é o desenvolvimento de uma loja virtual para o seu negócio, mais conhecida como E-commerce. Essa é uma tendência que potencializa a visibilidade da sua marca, sem contar com a praticidade e comodidade que traz para os seus clientes. Ou seja, sem sair de casa o seu consumidor consegue ter acesso aos seus produtos e serviços e se agradando da oferta, efetua a compra, de forma rápida, prática e dinâmica. Além disso, é possível atrelar seu e-commerce a plataformas de marketplace e ampliar o alcance da sua marca.

5 – Conteúdo Avançado –  Dê um conteúdo avançado em troca de um novo relacionamento 

É possível que você já tenha ouvido falar sobre marketing de conteúdo, não é mesmo? Mas na prática, você sabe realmente do que se trata?

Este tipo de ação deixou de ser uma tendência de mercado para se tornar um investimento indispensável na maioria das empresas e quem quer continuar relevante para seus clientes na atualidade, precisa ter visibilidade online. Por isso, o ponto aqui vai além da necessidade de estar na internet, mas como se colocar nela para ganhar a atenção do público e se destacar em meio à concorrência, que já está lá.

Por meio do Marketing de Conteúdo é possível engajar com seu público-alvo e aumentar sua rede de clientes e potenciais clientes através da criação de conteúdo relevante e valioso, o que atrai, envolve e gera valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e assim gerar mais negócios.

6 – Cupom ou Voucher –  Vender com desconto para entrega futura

Com a pandemia causada pelo COVID-19, muitos estabelecimentos tiveram que fechar as portas de suas lojas físicas e buscar no Marketing Digital a saída para uma possível crise. Foi a partir desse fato que se viu um aumento exponencial de estabelecimentos que começaram a disponibilizar gift cards para compra antecipada, guiados por movimentos como o “Apoie Um Restaurante”, por exemplo.

Eles incentivaram os consumidores a adquirir vouchers de valores fixos, que garantiriam 50% de desconto no cardápio para serem consumidos presencialmente após o final da turbulência causada pelo vírus.

Ao adotar a estratégia de disponibilizar vouchers de compra antecipada, diversos estabelecimentos que viram seu faturamento cair repentinamente puderam respirar por mais um mês.

O dinheiro, nesta modalidade, acabou atuando quase como uma campanha de suporte por parte dos clientes – garantindo, no caso dos restaurantes, a possibilidade de um tempo maior de adaptação para o delivery e um futuro planejamento de como esses vale-compras seriam gastos!

Afinal, a compra antecipada é exatamente isso: um voto de confiança dos seus clientes, que deixam bem claro o interesse em consumir seus produtos no futuro. A compra de gift cards também pode demonstrar o carinho e o vínculo emocional que um cliente possui com sua empresa ou estabelecimento quando são usados como forma de presentear alguém.

Então, se acha que essa pode ser uma boa saída para voce, vale considerar que descontos e benefícios exclusivos são muito importantes para que essa estratégia funcione bem, principalmente no começo da implementação do sistema de gift cards e vouchers. Se a sua empresa está impossibilitada de vender, os benefícios devem falar mais alto que o fato do seu consumidor não poder fazer uso do seu produto ou serviço naquele momento.

7 – Campanhas Patrocinadas Google e Facebook Ads –  Vender no mundo digital depende de campanhas patrocinadas.

Estar presente no mundo digital é muito importante, utilizar ferramentas e plataformas que auxiliem na sua divulgação também, entretanto, para que haja resultados reais é necessários atrelar tudo isso a um bom planejamento e definir quanto será possível investir financeiramente para que você comece a patrocinar os seus anúncios. O que isso significa? Significa que o alcance orgânico (não pago) das suas postagens pode ser irrelevante para o seu negócio, dependendo do perfil de público geral das suas páginas. Entretanto, este cenário começa a mudar quando o planejamento de patrocínio começa a ser executado, ou seja, quando você começa a pagar para que a sua campanha vá mais longe e impacte as pessoas certas.

É possível fazer este investimento nas principais plataformas digitais, como Facebook, Google, Instagram e Youtube, entretanto, as mais utilizadas são o Facebook e o Google, pois além de proporcionarem um alto alcance segmentado, possibilitam a integração entre as suas campanhas, potencializando assim o impacto. Além disso, dentro dessas plataforma há diversas formas de realizar sua campanha, tornando-a mais dinâmica e assertiva.

8 – Fidelização e Upgrade – Seu cliente atual precisa de ajuda agora com conteúdo, desconto ou até novas soluções

Conforme falamos anteriormente, em momentos de crise, se colocar no lugar do outro é imprescindível para que possamos exercer nossa empatia e generosidade. No meio empresarial, isso também é possível ser feito e muitas vezes será a atitude certa para fidelizar o seu cliente.

Para muitas pessoas é incomodo sair da zona de conforto, mudar a rotina e hábitos, mas quando o assunto é ganhar ou permanecer com o cliente, sacrifícios são necessários e em algumas vezes poderá te abrir um novo horizonte.

Neste momento, diversos segmentos foram afetados pelo isolamento e com isso, novas formas de manter a empresa de pé precisaram ser adotadas, como citamos acima, novas estratégias começaram a ser usadas. Diante desse cenário, de que forma você pode ajudar o seu cliente? Já parou para pensar nisso? É possível fazer um upgrade nos serviços oferecidos para que voce e o seu cliente passem juntos por esse difícil momento?

Reavalie aquilo que poderá contribuir para o bem do seu cliente e ofereça novos benefícios. Seja parceiro do seu cliente e conforme citamos, num momento oportuno, o gatilho da reciprocidade será ativado e sua ajuda será lembrada.

Essas foram algumas formas de se reinventar durante um momento de crise. Acompanhe nosso blog, sempre temos diversos conteúdos relevantes para te manter informado e preparado para o mercado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.