Análise de dados

Você já ouviu falar em análise de dados? Está na hora de aprender o que é para usar a favor do seu negócio! A análise de dados, basicamente, é o entendimento dos dados da sua empresa, é a transformação desses dados – também chamados de Big Data – em um compilado de informação valiosa e estruturada para guiar suas estratégias.

Sendo assim, você irá rastrear as atividades e o resultado do seu negócio, desde as campanhas de marketing até as vendas! Essa análise te ajuda a sair do superficial, a entender a empresa de uma maneira mais profunda. Veja alguns pontos que podem ser analisados:

  • Visualização macro do mercado
  • Entendimento do público/cliente
  • Aproveitamento de oportunidades
  • Melhor definição de preços
  • Avaliação de processos

Resumindo, com a análise de dados você tomará decisões baseadas em informação real e não em achismos, poderá criar campanhas mais direcionadas para o público correto, terá ferramentas e insights para aumentar as vendas e, não menos importante, poderá rever e melhorar os processos internos.

 

Como fazer uma análise de dados?

O primeiro passo é reunir o máximo de informação possível. Existem várias formas de fazer isso. Aqui, vamos listar algumas ferramentas, plataformas e estratégias que podem te ajudar!

 

Google Analytics: o Google Analytics é o serviço oficial e gratuito de monitoramento de Marketing Digital do Google. Sua principal função é coletar dados de acesso, comportamento e navegação em sites e aplicativos por meio de códigos de rastreamento e organizar essas informações em relatórios diversificados. Algumas informações são: quantidade de acessos, origem dos acessos, tempo de permanência nas páginas, páginas mais visitadas, interesses das pessoas que visitam seu site, entre outras informações.

 

Google Tag Manager: Com o Google Tag Manager, você monitora as mais diversas métricas de seus sites. Ele torna o processo bem mais simples, pois você precisa apenas inserir um script na sua página e, para as demais ações, não é necessário acessar o código-fonte do seu site.

 

Business Intelligence: O Business Intelligence (BI) oferece um processo de captação de dados. As informações são adquiridas de qualquer sistema e gravadas em um banco de dados modelado para o seu negócio. As ferramentas de Business Intelligence são capazes de acessar e examinar conjuntos de dados apresentando seus resultados em relatórios analíticos, resumos, painéis gráficos e mapas, visando fornecer aos utilizadores informações detalhadas sobre o estado do negócio. Tudo isso se dá por meio da integração entre diferentes sistemas da organização. Afinal de contas, o Business Intelligence concentra as informações em um único local, chamado Data Warehouse. Dessa forma, as métricas, mesmo vindo de diferentes fontes de dados, como sistemas ERP, CRM, planilhas ou até mesmo arquivos de texto, podem ser visualizadas em grupo, ajudando na criação de indicadores empresariais muito mais eficientes.

 

Pixel do Facebook: O pixel do Facebook é um código JavaScript que, quando inserido no corpo de um site, gera dados de rastreamento a partir das interações dos usuários. É utilizado para mensurar o desempenho de campanhas e para integrar a experiência de compra dos sites com a rede social (remarketing).

 

Redes Sociais: Já parou para pensar na quantidade de informações que as redes sociais disponibilizam? Plataformas como o Facebook e o Instagram apresentam dados interessantes sobre o seu público, como: gêneros, faixas etárias, interesses, localização, interações com o seu conteúdo, entre outras informações que podem ser muito relevantes.

 

Customer Relationship Management: O CRM é um software que coleta e armazena dados e informações relevantes sobre os clientes e sobre as interações entre eles e a empresa, como: nome, endereço, número de telefone, visitas a sites, e-mails, preferências de compras, entre outras interações.

Banco de Dados: Se você ainda não tem nada do que mencionamos acima, você pode começar a coletar informações pelo próprio banco de dados da empresa, como cadastros, e-mails e contratos.

 

Como aplicar a análise de dados?

Agora que você já tem as informações, chegou o momento de analisá-las! Antes de mais nada, defina algumas perguntas que poderão ser respondidas com o final da análise – assim você terá um objetivo, um norte para começar. Crie indicadores que façam sentido para o seu negócio! Cruze as informações, procure identificar padrões e realize um planejamento para lidar com esses dados e transformá-los em ações!

 

Agora você já tem uma boa noção do que é e como aplicar a análise de dados na sua empresa. Mas que tal ter um direcionamento ainda mais certeiro? Entre em contato e receba uma consultoria gratuita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.