Entenda a diferença de videoconferências e lives ou transmissões ao vivo

Entenda a diferença de videoconferências e lives ou transmissões ao vivo Neste período de quarentena, nunca se teve tanta live, videoconferências e transmissões ao vivo ao mesmo tempo e em todas as redes sociais e meios de comunicação disponíveis para o público interno ou externo, esse foi o meio encontrado por muitos empresários de se comunicar com o público de forma direta, simples e barata! Por isso nós da Lamego queremos te ajudar a se comunicar com o seu público e vamos explicar qual a diferença entre elas e quais os sistemas mais usados pelos empresários. Videoconferência: é quando participantes trocam informações em tempo real por meio de vídeo e áudio, muito utilizado pelas empresas para fazer reuniões do dia a dia, em resumo a videoconferência é voltado para uma comunicação interna. Algumas das ferramentas mais conhecidas são: Zoom: plataforma que permite até 500 usuários na mesma tela com a possibilidade de interação por vídeo ou só áudio, esta ferramenta está disponível para desktop (Windows, Mac e Linux) e mobile (iOs e Android) Skype: Este software é da Microsoft e permite até 50 pessoas na mesma sala com compartilhamento de tela e tem até a possibilidade de gravação de conversa e ligações para telefones móveis, versos disponíveis para desktop e mobile. WhatsApp: para o serviço de videoconferência ele é o mais simples, isso porque permite apenas 4 pessoas por ligação em vídeo e está disponível apenas para mobile. Live streaming ou transmissões ao vivo: é bem diferente da videoconferência, isso porque ela é mais interativa e voltado para o publico externo, onde um emissor transmite um comunicado para vários espectadores que podem interagir através de mensagem de texto, neste formato também é possível transmitir um vídeo durante a live, dependendo da plataforma é possível ter mais de um participante. Com um grande destaque neste período de quarentena a Live Streaming mostra que veio para ficar. Redes sociais: Facebook, Instagran e Youtube são plataformas gratuitas que fornecem live streaming (transmissão ao vivo), nestas plataformas é fácil identificar o engajamento do público comparado a um vídeo gravado postado, com a live o público pode ter a sua resposta imediata, criando assim uma experiencia e traz a humanização das marcas, gerando assim a identificação dos consumidores que acabam recomendando e compartilhando. O engajamento de uma live comparado a de um vídeo gravado é 10x maior em interação, por isso é muito importante aproveitar este recurso e fornecer conteúdo exclusivos para aproximar a audiência e transformar a mesma em potenciais clientes. Mas afinal o que é preciso para fazer uma live? Se você for fazer uma transmissão simples, basta um smartphone e um bom sinal de internet, procure pensar na decoração e se aquilo tem a ver com o assunto que vai ser compartilhado, mas fique atento! Um objeto muito exótico pode chamar mais atenção do que a comunicação que você deseja passar. Tenha um roteiro para deixar as ideias claras, desta forma definindo a ordem o conteúdo a sua live terá mais sentido. Teste sempre a qualidade do áudio e vídeo na hora de fazer a sua transmissão ao vivo. Este conteúdo foi para ajudar você pequeno empresário que não tem muita intimidade com as mídias e comunicação com o seu público interno ou nas redes sociais. Agora se você deseja trabalhar de forma estratégica a sua comunicação, venha para a Lamego que teremos o maior prazer em trabalhar a sua marca perante o seu público digital, entre em contato conosco pelo telefone 0800 8786440 e fale com um dos nossos consultores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.