Matriz ou Grade de conteúdo

Ter organização nos seus processos é essencial para que você consiga alcançar suas metas e objetivos. Com as redes sociais não é diferente e por isso, planejar o que você deseja postar é um passo importante para que a sua estratégia dê certo. Aqui no site já falamos sobre o PTT, Plano Tático Trimestral, que é onde planejamos todas as ações digitais que serão feitas para o cliente dentro de três meses. E hoje vamos falar um pouco sobre a Matriz de conteúdo, que é uma das atribuições do PTT e que a Lamego desenvolve para todos os nossos clientes e ajuda no momento de visualizar todos os conteúdos que serão disponibilizados ao seu público nas redes sociais. Veja só:

O primeiro passo para desenvolver uma Matriz de conteúdo é definir o tema mestre, o  tema geral, o qual irá guiar todos os demais temas que serão produzidos.

Na sequência é importante definir o período do seu planejamento, para que já possamos visualizar as datas em que serão postados os conteúdos, inclusive, se houver posts comemorativos.

Feito isso, partimos para o desenvolvimento dos temas principais, ou seja, os temas de cada conteúdo que foi subdesenvolvido a partir do tema mestre, neste momento, recomenda-se que você desenvolva no mínimo 10, pois assim é possível ter uma boa quantidade de ideias para iniciar a conexão dos assuntos que serão divulgados.

Com os seus temas principais prontos, é interessante você numerar quais se conectam diretamente entre si, que possuem uma relação direcionada e se complementam, pois assim você cria uma lógica e estrutura sua estratégia.

Neste ponto, já construímos boa parte da nossa matriz de conteúdo e já é possível visualizar todos os conteúdos que serão divulgados.

A partir de então, define-se em quais mídias serão postados e qual o formato do conteúdo (carrossel, vídeo, gif, imagem) em cada uma.

Em seguida, é importante descrever o seu objetivo ou chamada de conversão, o que você deseja alcançar com a estratégia. Deixar isso descrito no documento da Matriz de conteúdo auxilia na mensuração dos dados no final, para verificar se foi alcançado.

Por último e não menos importante, defina a data e hora que será feita a sua postagem, lembrando-se sempre de que é necessário estipular, inclusive, um prazo para criação, alteração, aprovação e agendamento, de no mínimo 10 dias. Ao analisar qual o melhor dia para postar é importante saber o período de maior fluxo do seu público nas redes sociais para que as chances de que sejam impactados seja maior.

Por fim, está pronta a sua matriz de conteúdo. Com este documento você conseguirá visualizar toda a periodicidade das suas postagens, além de acompanhar o que será postado. A matriz pode ser uma boa forma de organizar o seu controle das suas redes sociais de forma prática e visual.

E um ponto muito bacana também é que você pode reagendar reposts, de acordo com o conteúdo e aproveitar o valor dos conteúdos feitos mais vezes.

E pra ficar ainda melhor, já existem algumas plataformas que auxiliam na produção de conteúdos, confira alguma delas.

  1. Answer the Public

Answer The Public é uma ferramenta online para você obter insights na hora de planejar seus conteúdos. Basta inserir uma palavra-chave, escolher a região de onde os resultados serão extraídos (no caso, o Brasil) e ele gera variações e combinações de palavras com base nas procuras realizadas no Google.

2. Google Trends

Usando o Google Trends, você pode saber mais sobre o volume de busca de uma palavra-chave. Além disso, você também pode segmentar as buscas por local e período de tempo que as buscas ocorreram.

Uma das melhores funcionalidades dessa ferramenta são as palavras relacionadas que aparecem no fim da página, que vão te dar excelentes ideias de variação de palavra.

Se você combinar Answer The Public e Google Trends terá um resultado impressionante. Escolhendo alguns dos termos que apareceram na sua busca utilizando a primeira ferramenta é possível aferir o interesse das pessoas sobre um determinado assunto nos últimos tempos. Observar o intervalo de relevância de uma palavra-chave vai ajudá-lo a criar conteúdos que geram cliques agora e compreendem os assuntos que ainda estão frescos na memória do seu visitante.

3. Máquina Geradora de Títulos

Segundo especialistas, o ideal é que você teste 10 diferentes títulos para o seu conteúdo antes de decidir. E isso faz todo sentido, pois a taxa de clique em um conteúdo pode variar até 400% em função do título.

Logo, é exatamente isso que essa fantástica máquina faz. Basta inserir uma ou mais palavras-chave para que o programa retorne 10 diferentes resultados. Mesmo que não sejam aplicáveis, eles serão muito úteis para te dar novas ideias.

Além dessas plataformas existem diversos outros tipos de plataformas que podem te ajudar de muitas formas e existe também a Lamego que conta com uma equipe de consultores especialistas, prontos para fazerem o seu negócio decolar. Solicite um diagnóstico gratuito em nosso site ou um atendimento consultivo pelo nosso projeto Colab19.

Conte conosco, vamos juntos transformar ideias e pessoas em grandes oportunidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.