Planejamento de marketing para empreendedores

Começar um negócio não é simples. Não basta só ter vontade, coragem e investimento, é necessário também um bom plano de negócios, o qual vai direcionar sua marca, para o rumo certo. Mas esse, é só o primeiro passo. “O plano de negócios é um pré-requisito de um plano de marketing, para que o empresário possa ter claro quais são a missão e a visão da empresa”, orienta Daniela Khauaja, coordenadora acadêmica da área de Marketing da Pós-Graduação da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), de São Paulo. O Plano de Marketing é o momento em que você coloca todas as suas ideias no papel, avaliando e mensurando a viabilidade de cada uma delas dentro do mercado em que será inserida sua marca.

Vamos falar a seguir de algumas ferramentas que podem te ajudar a construir um bom planejamento de marketing:

Matriz SWOT: Realizar uma análise macroambiental e microambiental, ou seja, estar antenado com o que está acontecendo no Brasil e no mundo e identificar oportunidades e ameaças – fatores externos, bem como, identificar forças e fraquezas do seu próprio negócio – fatores internos. Essa matriz tem como objetivo te dar um diagnóstico estratégico do seu negócio, prever e prevenir condições negativas, além de apontar quais são os diferenciais desse empreendimento.

Público-alvo: conhecer bem o comportamento do seu consumidor em potencial é essencial. Analisar questões demográficas, geográficas e culturais ajudam a identificar esse público. Uma análise de demanda lhe ajuda a descobrir todos os segmentos ou públicos-alvo de seu interesse e quantos dos seus produtos podem ser vendidos para o mesmo cliente, tamanho do mercado e frequência de consumo.

Concorrência: você deve saber quem são, onde estão e quantos são seus concorrentes diretos e indiretos. Uma pesquisa profunda nessa área pode te ajudar a identificar pontos de melhoria para seu próprio negócio, o seu diferencial, como um atendimento qualitativo, por exemplo.

Objetivos e metas: saber onde você quer chegar e em quanto tempo é muito importante. Estabelecer datas objetivas te ajuda a mensurar os dados ao longo do processo. A construção de um cronograma de ações poderá lhe ajudar a definir o tempo correto, pois é normal que o empreendedor acredite que pode fazer milhões de atividades em um curto espaço de tempo, mas quando o cronograma é montado corretamente descobre que algo está errado.

Estratégias: é nesta etapa que você define todas as questões práticas, como termos logísticos, financeiros e culturais, ou seja, toda a estrutura de negócio. No caso de um novo produto, questões como preço e entrega também entram aqui. É nesta etapa que se define também toda a comunicação que será utilizada no projeto, mas essa é uma questão que deve ser analisada profundamente, no tópico seguinte.

Branding: Assim que definida todas as etapas anteriores, deve-se dedicar um tempo especial para contextualizar a personalidade do seu negócio. Um estudo de Branding, nada mais é do que conhecer à fundo a essência da sua marca. Assim você aprende a identificar seus diferenciais e agregar valor à ela.

Esses foram alguns pontos importantes para você dar início ao planejamento de marketing do seu negócio. É necessário estudar, se informar e pedir ajuda, se encontrar dificuldades. Existem diversos cursos na área e consultores também, que podem auxiliar nesse processo. Outra possibilidade é buscar modelos de plano, como o oferecido pelo site do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Espero que esse artigo auxilie você nessa aventura que é empreender e te anime para dar aquele pontapé inicial que estava faltando.

O mundo do Marketing e do Empreendedorismo é vasto, existem muitas técnicas, formas e meios. Encontre o caminho que melhor se encaixa ao seu propósito e siga em frente!

Fontes consultadas:
www.endeavor.org.br
www.economia.terra.com.br

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.